SAC 0800 200 6070 | Sinistros 0800 202 2042

Manchetes do Agro

13 de agosto de 2020

Artigo: Monta natural ou Inseminação artificial em tempo fixo, o que vai ser na próxima estação de monta?

Compartilhe

Para alcançar boas taxas de prenhez, todos os anos, entre agosto e setembro é necessário começar o planejamento e a preparação da estação de monta subsequente. Um dos principais aspectos a serem levados em conta é a escolha entre monta natural ou inseminação artificial. Esta decisão nem sempre é fácil, são inúmeros os aspectos que precisam ser levados em consideração. Caso a opção seja a monta natural, é preciso preparar e/ ou adquirir os touros, realizar exame andrológico deles etc. No caso de se optar pela Inseminação Artificial em Tempo Fixo – IATF, é necessária a escolha e aquisição do sêmen, protocolos hormonais, consultoria técnica, entre outros. Essencial também nesta fase, é monitorar a condição nutricional das fêmeas, e caso necessário, fazer uma suplementação, pois o sucesso da estação de monta depende muito da condição corporal da vacada.

Além dos aspectos técnicos, existem os aspectos econômicos a serem levados em consideração nesta decisão. Será que vale a pena investir em touros de alto valor genético para monta natural ou é melhor partir para a IATF? Qual a taxa de prenhez necessária para compensar este investimento com os touros e qual a relação touro: vacas usar? Por quanto tempo o touro deve permanecer na fazenda? Se optar pela IATF, qual o preço a pagar pelo sêmen para compensar os custos? Essas são dúvidas que muitos produtores têm e muitas vezes para chegar a essa resposta são necessários cálculos, planilhas, simulações, o que toma certo tempo e muitas vezes na correria do dia a dia, sem as ferramentas adequadas, este cálculo se torna difícil, e as decisões são tomadas mais pela “emoção” do que pela “razão”.

Mas porque estou falando sobre tudo isso? Em fevereiro de 2019, a Embrapa Gado de Corte lançou o aplicativo Cria Certo com o objetivo justamente de auxiliar produtores e técnicos a planejar a estação de monta, principalmente no quesito escolha do método de reprodução a utilizar: monta natural ou IATF. Desde o lançamento, até o final de julho deste ano, já foram registrados quase sete mil acessos. Não importa qual o sistema operacional do seu smartphone (Android, IOS etc.), ele roda em qualquer dispositivo, tablet e desktop. O aplicativo é bastante amigável, levando apenas poucos minutos para realizar uma simulação. A média registrada de tempo de uso para cada acesso é de três minutos e 30 segundos.

São quatro as opções de simulação: Monta Natural, uma IATF + repasse com touro, duas IATFs + repasse com touro e tres IATFs. Para realizar as simulações é necessário entrar com alguns dados, como número de vacas em reprodução, taxa de prenhez, taxa de natalidade, preço do touro / sêmen, preço do aluguel do pasto etc. Caso você não tenha estes custos definidos, o aplicativo possui alguns valores padrão para auxiliar na simulação, são valores de referência de mercado e são atualizados anualmente.

Vou aqui citar um exemplo prático: Seria melhor investir R$ 10.000,00 em um touro com avaliação genética que possui uma DEP à desmama dos bezerros de cinco quilos ou usar um sêmen de um touro que possui a mesma DEP de cinco quilos à desmama pelo valor de R$ 18,00 a dose? Essa pergunta, eu não vou responder, deixo aqui o desafio aos senhores, de utilizarem o Cria Certo para respondê-la.

Entre as inúmeras vantagens de utilizar o aplicativo, uma delas é que é possível fazer várias simulações e salvá-las para comparações futuras, ou até mesmo realizar simulações de várias fazendas diferentes. Para isso basta somente fazer o login com a conta Google ou então com o Facebook. Achou interessante? O aplicativo é gratuito e está disponível pelo site www.criacerto.com. Que venha a estação de monta 2020/2021 porque com pandemia ou sem pandemia o agro não pode parar!!!

*Pesquisadora – *Thais Basso Amaral

Publicado em: